Notícias

Finais da Copa Sul-americana de Futsal nivel escolinhas em Florianópolis

GERAL

Publicado em 09/02/2018 às 14:41:25

A casa própria é o sonho de muitos brasileiros. É perfeitamente compreensível: nada como ter um imóvel para chamar de seu, literalmente!  Com a casa própria quitada, muita gente tem vontade de comprar um imóvel de férias, principalmente na praia.

Alugar ou comprar um imóvel na praia? 4 perguntas para responder antes de decidir

O próprio mercado imobiliário já reconheceu essa oportunidade de mercado: a maioria dos apartamentos à venda em Balneário Camboriú, por exemplo, está voltada a turistas, que não passam muito tempo nele, mas que, quando estão ali, frequentam muito a praia.

Parece tentador, não é? Contudo, trata-se de um investimento como qualquer outro. Assim, deve ser analisado a fundo. À primeira vista pode parecer algo que traz só vantagens, mas uma análise mais profunda pode revelar que adquirir um imóvel no litoral não é para você.

Te ajudamos nessa importante decisão: confira essas quatro perguntas a responder - com honestidade! - para saber se comprar um imóvel na praia é realmente a melhor opção:

  1. Você tem condições de pagar pelo imóvel - ou, pelo menos, de assumir um financiamento?

A oferta de apartamentos para alugar em Balneário Camboriú durante a temporada é uma boa amostra do que acontece nas localidades litorâneas mais badaladas do Brasil.

Por mais que a oferta seja alta, a procura é tão intensa quanto. Por esta razão, os imóveis se esgotam meses antes da temporada, sempre alugados a preços salgados. Há proprietários que cobram um diária que seria equivalente a um aluguel mensal para um imóvel de mesmo padrão, em outra localidade menos popular.

Só que, por mais caro que o aluguel seja, ele é uma despesa pontual: você o paga durante a temporada e pronto. A compra de um imóvel, por outro lado, é um compromisso de longo prazo.

Se você faz parte do pequeno grupo de pessoas que têm uma quantia considerável de dinheiro guardado e está disposto a investi-lo, use isso a seu favor na negociação: proprietários geralmente baixam os preços para quem pode pagar à vista, sem depender da aprovação do banco.

Agora, se você precisa de um financiamento, sinal amarelo! Os juros do empréstimo podem facilmente dobrar o custo total do sonho de ter uma casa ou apartamento na praia. Muitos levam décadas para serem quitados, e você não poderá chamar seu imóvel de seu, efetivamente, até lá.

A chave para saber se a aquisição é viável é estudar seu orçamento doméstico a fundo. Questione: será que não você não vai comprometê-lo demais com um financiamento? Lembre-se que os especialistas em finanças pessoais não recomendam empenhar mais de 30% da sua renda com despesas fixas. Se você constatar que sim, talvez seja melhor ficar no aluguel - por enquanto!

  1. Você tem condições de arcar com os custos de manutenção de mais um imóvel?

Imprevistos acontecem, e eles podem estourar seu orçamento (Foto: Unsplash).

Entretanto, a compra do imóvel em si não é a única despesa que você tem com ele: as contas de uma casa ou apartamento na praia vêm todos os meses, por mais que você não o tenha utilizado.

Lembre-se: as distribuidoras cobram taxas mínimas de água, luz e gás. Mesmo que o seu consumo seja zero, você terá um custo com isso. Se o imóvel em questão for um apartamento, some o custo do condomínio às despesas fixas.

Além disso, tal qual na sua casa principal, imprevistos acontecem. Lâmpadas queimam, um cano pode estourar, uma pia pode entupir ou um eletrodoméstico pode pifar. Reflita: seu orçamento te permite arcar com tudo isso sem que as suas finanças entrem em apuros e você fique - ou arrisque ficar - no vermelho?

Nesse aspecto, o aluguel sai ganhando. Quando você simplesmente aluga um apartamento para a temporada, geralmente os reparos e a manutenção ficam por conta do dono, exceto se o dano for consequência de mau uso. Assim, não há sustos, e você consegue fazer um planejamento financeiro mais folgado para as férias.

  1. Você gostaria de passar as férias sempre no mesmo lugar?

Há quem goste de aproveitar as férias para relaxar em um local que gosta e conhece bem, e há quem adore explorar locais desconhecidos. Em qual grupo você se enquadra? Pode parecer que não, mas a resposta é de suma importância para definir se comprar ou alugar é a melhor opção para você.

Caso você não se incomode, ou até goste de passar as férias no mesmo lugar, comprar um imóvel é a melhor opção para você.

Agora, se você é do tipo de pessoa que não gosta de monotonia, você pode até comprar uma casa na praia, mas será que vai usá-la o suficiente para o investimento valer a pena?

Pode ser que ela fique fechada durante boa parte do ano - incluindo férias, feriados e finais de semana - enquanto os boletos do financiamento e as contas continuam chegando na sua casa.  

Nesse caso, o aluguel faz mais sentido. Se estiver em busca de tranquilidade nesse ano, pode procurar apartamentos para alugar em Itapema. Se, ano que vem, quiser agito, você pode ir a Florianópolis ou Balneário Camboriú!

A exceção é se o seu objetivo é adquirir um imóvel para alugá-lo a terceiros e ter uma renda extra: nesse caso, o fato de que você não vai usar muito a casa ou apartamento se torna um ponto positivo!

  1. Você gosta de viajar em grupos grandes, ou de receber muitos convidados?

É muito comum que, para cortar custos, famílias inteiras ou grupos de amigos passem as férias juntos. Os gastos são repartidos e todos ficam com um dinheiro à mais para aproveitar as férias. Também há quem não suporte ver a casa vazia e convide amigos e familiares para passar uma temporada no imóvel.

Se você se enquadra em um desses perfis, a compra de um imóvel na praia pode trazer muitas vantagens.

No primeiro caso, ao dividir seu imóvel com um grupo grande, você pode acertar um valor com cada um dos visitantes, como se fosse sublocar o espaço. Assim, fica mais fácil bancar as despesas relativas à casa.

Já na segunda situação, a aquisição de um imóvel é uma questão de comodidade, acima de tudo: ter uma casa ou apartamento na praia significa ter uma casa longe de casa, um outro lugar para chamar de seu. Você provavelmente se sentirá muito mais à vontade para receber amigos desta maneira!

Alugar ou comprar um imóvel na praia? 4 perguntas para responder antes de decidir

Vídeos




Parceiros